Quem Somos

Com o objetivo de tornar a água potável e própria para consumo, a fim de atender às necessidades das Forças Armadas, garantindo que os soldados em treinamento pudessem consumi-la direto da natureza sem o risco de contrair doenças, foi que, em 1972, surgiu o primeiro produto da marca, o Clorin 1. Essa solução é até hoje utilizada tanto pelo Exército, como pelos praticantes de esportes, camping, atividades ao ar livre, entre outros públicos.

 

Depois de adquirir os direitos sobre a marca, fabricação e comercialização a partir do Clorin 1, a empresa Acuapura foi desenvolvendo toda a sua família de produtos. Desta forma, a empresa assumiu a missão de contribuir para a promoção de um impacto positivo na saúde da população, mediante o acesso à alimentos, água, superfícies e utensílios desinfetados com praticidade, eficácia e segurança, a partir de soluções inovadoras direcionadas tanto para o varejo, quanto para empresas e indústrias.

 

Em 2020, moradores do Rio de Janeiro relataram que a água distribuída pela companhia do Estado estava saindo turva das torneiras e filtros, com cheiro e gosto de terra, Como consequência, a demanda dos produtos Clorin1 e das demais pastilhas que fazem a antissepsia da água aumentou.

 

“Isso se deve a uma maior conscientização perante a necessidade de desinfecção geral e do consumo de água potável, tornando-se um hábito comum. O que antes era muitas vezes considerado um excesso, agora é uma necessidade básica de saúde”, diz João Pedro Cabral de Menezes, CEO da Clorin.

 

Atualmente, a empresa tem a melhor e mais segura solução de desinfecção do mercado. Com isso, espera alavancar cada vez mais seu crescimento através de ideias práticas e conscientização da população sobre a desinfecção correta tanto nos alimentos como na água e superfícies, sem necessitar de enxágue, já que não deixa resíduos tóxicos.

 

Desde o início da pandemia de Covid-19, os cuidados foram redobrados para minimizar riscos de contaminação através dos alimentos e objetos. Após testes da Unicamp, em 2020, os produtos receberam o selo de eficácia comprovada também contra o Coronavírus, sendo assim, no Rio de Janeiro, por exemplo, um dos principais produtos, o Clorin Salad (criado para a desinfecção de frutas, verduras, legumes e hortaliças) foi responsável pela alta no faturamento da empresa em 77% em plena pandemia.

 

Um dos diferenciais dos produtos Clorin é que sua fórmula tem como base o Dicloro-S-Triazinetrione de Sódio, um componente orgânico de forte ação germicida aprovado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), além de ser o único desinfetante do mercado com o selo IBD (maior certificadora de produtos orgânicos e sustentáveis da América Latina) como insumo aprovado para uso na sanitização de produtos orgânicos.

 

Os tradicionais desinfetantes líquidos do mercado possuem solução à base de hipoclorito de sódio (água sanitária - cândida) e exigem enxágue cuidadoso após o uso, o que acaba contaminando novamente o alimento através das bactérias presentes na água. Além disso, deixam odor e sabor de cloro nos alimentos, prejudicando suas caraterísticas orgânicas.

Onde usar

 

Com uma linha completa e abrangente, os produtos Acuapura tornam-se as opções mais econômicas, seguras e eficientes

para solucionar os problemas de contaminação microbiana nas mais diversas ocasiões de uso, tais como:
 

- Lavagem e higienização de frutas, verduras e legumes, incluindo os orgânicos;

- Purificação e proteção da água de qualquer fonte para consumo em lares e empresas;

- Acesso rápido e seguro à água potável em atividades esportivas e ecoturismo;

- Tratamento da água oriunda de poços, chuvas, mananciais e caixas d’água;

- Tratamento de água em reservatórios de caminhões pipas;

- Segurança na qualidade da água em embarcações;

- Limpeza e higienização de caixas d’água e cisternas;

- Tratamento de água para fins industriais;

- Fornecimento de água potável nas rações de subsistência militar;

- Fornecimento de água potável para trabalhadores de campo em atividades on-shore e off-shore;

- Segurança alimentar em creches, escolas, hospitais e restaurantes populares;

- Praticidade e segurança na higienização de chupetas, mamadeiras e utensílios infantis;

- Iniciativas para ajuda humanitária a vítimas de catástrofes e desastres climáticos;
- Desinfecção de equipamentos e superfícies;

- Entre outras.